Serviço oferecido para publicação de Live Streaming e distribuição através do Content Delivery. É um produto flexível que suporta os principais encoders do mercado. Com splitters distribuídas em múltiplas regiões geográficas, processamos streams RTMP e os entregamos nos principais formatos HTTP. Oferecemos grande alcance e segurança de ponta, utilizando regras ACL para proteger seu conteúdo.

A publicação de seus Live Streams deve ser realizada utilizando-se o protocolo RTMP, autenticada através de usuário e senha, preferencialmente por meio de um encoder homologado pela Azion. Para melhorar a disponibilidade da transmissão, recomenda-se a configuração de dois RTMP Endpoints, um Primary e um Backup, em regiões distintas.

O serviço provê a funcionalidade de transmuxing, para converter o formato de entrega para HLS, para que possa ser distribuído pelo Content Delivery em HTTP. Seu encoder deve respeitar as recomendações de configuração, formatos e codecs suportados pelo serviço e homologados pela Azion.

  1. Publishing Points
  2. Streaming Endpoints
  3. Distribuição pelo Content Delivery
  4. Player

1. Publishing Points

Representa o ponto de entrada RTMP na Azion para publicação do stream a partir de seu encoder local. A Azion recomenda que você publique seu sinal em dois publishing points em regiões distintas, para aumentar a disponibilidade de sua transmissão, em caso de falha com um dos serviços.

  • Primary RTMP Endpoint: você deve escolher o publishing point preferencialmente mais próximo de seu encoder.
  • Backup RTMP Endpoint: se desejar, escolha um endpoint em uma região alternativa para a publicação de seu stream.

A configuração do Publishing Point é realizada pelo Suporte da Azion, seguindo suas definições. Para solicitar a configuração do RTMP endpoint, por favor cadastre um ticket para o Suporte ou entre em contato pelos canais de atendimento.

Seu encoder local deverá ser configurado por você para publicar o stream nos RTMP endpoints da Azion que você escolher.

Segurança

A publicação de seu stream nos RTMP Endpoints da Azion deverá ser autenticada por username/password de sua preferência. Ao configurar seu encoder, você deve habilitar a autenticação.

Opcionalmente, você pode definir uma lista de IPs de seus encoders locais que estarão autorizados a publicar o sinal na Azion. Se optar por definir a lista Allowed IP Addresses, a Azion aceitará a publicação somente dos IPs listados, aumentando a segurança do processo.

Encoding Mode

A Azion suporta publicação de stream tanto em Single Bit Rate quanto em Multiple Bit Rate.

  • Single bit rate: nesse modo, seu encoder deverá publicar seu stream em apenas um bit rate de sua escolha. A Azion não realiza transrating de seu sinal e a qualidade de sua transmissão será definida pelo bit rate que você tiver configurado seu encoder.
  • Multiple bit rate: para melhorar a experiência de seus usuários, a Azion recomenda que você publique pelo menos três qualidades de sinal (bit rates). Utilizando publicação em multiple bit rate, você permitirá que seu player chaveie a qualidade de sinal de acordo com as características de rede – tais como largura de banda, latência e perda de pacotes – e processamento do usuário, por meio do mecanismo de Adaptive Streaming. Todos os streams que você publicar devem ter os keyframes alinhados para que a troca de resolução funcione corretamente. Seu encoder deve ser configurado com as variáveis de keyframe interval e frame rate idênticas em todos as resoluções de seu sinal. Para transmissões em multiple bit rate, você deverá definir um SMIL File Name, que será utilizado em seu player para agrupar todas as qualidades que você estiver publicando, permitindo o chaveamento de qualidade por meio do Adaptive Streaming.

Você deve configurar o keyframe interval para 1, 2 ou 5 segundos, para garantir que cada chunk HLS inicie por um keyframe e deverá definir um Stream Name, para cada qualidade de sinal publicada.


2. Streaming Endpoints

O produto Live Ingest converte automaticamente seu live stream de RTMP para HLS, para que possa ser distrubuído utilizando o protocolo HTTP. Essa operação de conversão do formato de entrega é chamada de transmuxing.

Streaming Endpoint é o endereço HTTP que deve ser configurado como uma origem para o Content Delivery. A configuração do Streaming Endpoint é realizada por você no Real-Time Manager:

  1. Acesse o Real-Time Manager e clique no menu Content Delivery.
  2. Crie ou edite uma configuração de Content Delivery para distribuição de seu conteúdo live.
  3. Na aba Origins, adicione uma origem selecionando em Origin Type o produto Live Ingest.
  4. Em Streaming Endpoint, selecione o mesmo endereço que você escolheu como RTMP Endpoint para publicar sua transmissão e salve sua configuração.

Caso você esteja publicando seu sinal também em um Backup RTMP Endpoint, repita os passos 3 e 4 para configurar também uma origem backup.


3. Distribuição pelo Content Delivery

Sua transmissão live deve ser distribuída para seus usuários utilizando o Content Delivery (CDN).

Nos passos anteriores, você criou uma configuração de Content Delivery e já adicionou o Streaming Endpoint como origem para a mesma. Para finalizar sua configuração de distribuição:

  1. Entre na aba Rules Engine da mesma configuração de Content Delivery selecionada anteriormente.
  2. Crie uma regra na Request Phase.
  3. Em Criteria, preencha o path que deseja utilizar para sua transmissão.
  4. Em  Behaviors, selecione Set Origin com a origem que você configurou no procedimento acima e salve sua configuração.

Caso você esteja publicando seu sinal também em um Backup RTMP Endpoint, repita os passos de 2 a 4 para configurar um path alternativo para sua origem de backup. A Azion recomenda que você utilize os paths /primary e /backup.


4. Player

No player, você irá montar a URL de playback com o domínio de distribuição do Content Delivery, o path que você preencheu no Rules Engine, o Stream Name que você publicou seu sinal RTMP ou o SMIL Name, em caso de Multiple Bit Rate, e o nome da playlist HLS (playlist.m3u8).

<scheme>://<domain>/<path>/<stream-or-smil-name>/playlist.m3u8

Caso seu player suporte o chaveamento automático da transmissão em caso de falhas, configure as duas URLs criadas, tanto a primary quanto a de backup.

A Azion desenvolveu um plugin, que está disponível para download em https://github.com/aziontech/videojs-azion-multisrc/, para o player video.js para realizar o chaveamento automático em caso de falha com um o sinal primary. A tolerância a falhas requer que os sinais redundantes (primary e backup) estejam sincronizados.